6 de julho de 2019

Nossos padres e párocos

Nossos padres e párocos estão entre os membros mais trabalhadores da Igreja. O sacerdote paroquial típico trabalha todos os fins de semana e férias, mora no mesmo lugar em que trabalha e tem apenas um dia de descanso na semana – isso sem contar que hoje em dia é exigido deles que cuidem de mais pessoas e que assumam mais responsabilidades e funções que antigamente.
Perguntamos a alguns párocos como poderíamos demonstrar que estamos agradecidos por todo o trabalho que eles realizam por nós. Recebemos estas respostas:
1. Rezar por eles.
2. Preparar-lhes uma refeição ou lanche, especialmente em dias de muito trabalho.
3. Comemorar os dias especiais na vida deles, como aniversário e ordenação sacerdotal.
4. Orar mais, reclamar menos.
5. Oferecer-se para ajudar em alguma coisa.
6. Ir à missa e confessar-se com regularidade.
7. Escrever uma cartinha de agradecimento.
8. Dizer-lhes “obrigado” pessoalmente.
9. Elogiá-los.
10. Preocupar-se pelo seu bem-estar.
11. Evitar as fofocas na paróquia.
12. Deixar claro que você os apoia.
13. Ter amizade com o padre antes de sair apontando suas falhas.
14. Ter expectativas realistas (ele é um ser humano) e ser útil.
15. Não achar que o padre existe só para atender você; não tomar muito tempo dele.
16. Ser solidário.
17. Dar o espaço de que ele precisa para ter sossego e paz de vez em quando.
18. Convidá-lo para atividades e reuniões familiares.
19. Buscar a santidade, pois esta é a maior felicidade de um sacerdote: ver que suas ovelhas estão buscando sinceramente o caminho que leva a Deus.

Sem comentários:

Publicar um comentário